quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Feliz 2010!


Mais um ano termina
e com ele alegrias e tristezas
mais um ano de renovação vem aí
como uma onda
que apaga o que foi registrado na areia
mas não na mente e no coração
de quem escreveu

Nunca é tarde para RECOMEÇAR
seja no inicio, no meio e no fim
de um ciclo

Se reabasteça com ESPERANÇA
bons pensamentos
ALEGRIA de viver

Peça acima de tudo ou quase tudo
SAÚDE para desfrutar
ótimos momentos

Não admita ficar sozinho
abrace, beije, cumprimente o próximo
é uma bela oportunidade de iniciar
uma AMIZADE

Deixe seu CORAÇÃO aberto
não o feche pois
você não sabe quando a vida vai lhe trazer
o mais importante PRESENTE:
O AMOR!

Não esteja, SEJA!
aconteça, com RESPEITO e com LIMITES
LIBERTE-SE, VIVA!
e encontre a FELICIDADE nas pequenas
coisas da VIDA!

FELIZ 2010 para todos os(as) queridos(as) que sempre vem visitar este humilde blog, que se tornaram amigos(as), até para as pessoas que tive desavenças, para o meu presente inesquecível e amado, e para todos!

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Trocadilho romântico...

Pra você sou tudo
a OI é nada
mas é por esse nada
que tenho meu tudo
VOCÊ!

Além do que os meus olhos podem ver...

Perdida em quilômetros de pensamentos
meu guia é seguir seus rastros
lembranças de incontáveis carinhos
até chegar ao destino desejado

Paisagens enfeitam minha visão
a tranquilidade paira no ar
assim como depois na tempestade
de desentendimentos

Enxergo as estrelas
impossível não compará-las aos seus olhos
mas a vida e o alcance dos seus
não tem comparação

Vivo!
nutro e busco inspirações
a cada dia, em cada detalhe
afim de demonstrar o pulsante sentimento
só tenho a lhe dizer
a tradução em palavras
do maior sentimento
TE AMO!

domingo, 27 de dezembro de 2009

Roda da vida...

O ciclo está chegando ao fim
agradeço por ter encontrado minha alma gêmea
que não terá o mesmo destino
o passado vem à tona
mas meu presente está completo

Na roda da vida levo-te com doçura
atritos? faz parte
no fim acaba tornando-se arte
escrita, pintada, falada
o que importa?
só o sentimento nos conforta

No futuro
quero o novo com o especial presente
lembranças ruins ficaram na superficialidade
que se inicie com fervor
mais um ano de conquistas
tenho meu grande amor, e ao lado dele
tudo irá se realizar...

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Mudanças...

Como podem perceber, o caixa preta está passando por reformas!
Até 2010 estará completamente repaginado, inclusive com mudança de nome, pois nas minhas buscas na Internet, já existe mais blogs denominados 'caixa preta' e como esse cantinho é muito querido, meu intuito é deixá-lo único.
Até breve e desculpem pelo transtorno!
P.S.: Aceito sugestões.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

sábado, 12 de dezembro de 2009

Ternura...

Não vejo a hora de você chegar
quero mais perto o seu olhar
A saudade me corrói mas
O meu amor constrói

Jamais esqueça que sou sua
e de mais ninguém
Não trago-te o universo
mas o meu coração
nele está
o segredo mais belo e puro
e com ele você pode ir além

Sinta esta a onda
que não vai embora
que te embriga com meu carinho
quero você aqui agora...

Para você meu maior e mais lindo amor...

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Notícia Vip!

CALOURA EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS PELA UNAMA (Universidade da Amazônia) 2010!
Viva EU!

ENEM(continuação)...

Dando continuação a saga TPE( vide post anterior) contei e recontei meus pontos e tive míseros noventa e quatro pontos...
Antes de escrever este post, ele já tinha dado o que falar pois discuti com meu amigo a respeito de uma informação trazida por terceiros do qual a pessoa tinha conversado com um candidato oriundo de São Paulo, que informou que lá as provas das universidades eram feitas com mesmo número de questões(noventa) e o mesmo tempo(quatro horas e meia).
Se alguém puder confirmar esta informação desde já agradeço.
Aqui em Belém fazemos cinquenta e cinco questões em cinco horas. No ENEM, questões muito cansativas, matemática sem espaço pra fazer enfim, uma MERDA.
Fica registrado aqui minha revolta com esse método injusto de selecionar alunos... VAMOS ABRIR MAIS FACULDADE PÚBLICA NESSE BRASIL PORRA! EM VEZ DE COLOCAR DINHEIRO INLÍCITO EM QUALQUER BURACO QUE VÊ PELA FRENTE!
E tenho dito.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

ENEM...

"Nota Oficial – Gabaritos Enem 2009

O Inep verificou inconsistência nos gabaritos dos diferentes modelos de prova aplicada neste final de semana. Em função disso, todo o material está sendo revisto. Os gabaritos oficiais serão divulgados amanhã, segunda-feira, a partir das 10h."

Depois ainda mentem dizendo que é não por falta de credibilidade que houve 40% de faltas...

Conclusão: TPE(Trauma pós-ENEM, verificado em alunos(as) que tiveram seus neurônios fundidos depois de dois dias de prova, tempo curtíssimo para realizá-la, entre outros sintomas)...

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Insônia...

Já é madrugada e não consigo dormir
todos os meus pensamentos seguem até a ti
doce e suave repousada em seu sono de descanso
ou será que estás a pensar em mim?
não sei...

Minhas noites e dias são como as cores da noite
escura
apenas iluminada pela lua
rastro de esperança que ainda tenho forte em meu peito
para encontrá-la.

Você é tão linda
meu corpo sente uma imensa necessidade do seu
meu coração ao olhar-te acelera como se estivesse
ligado ao 220V...

Tenho tanto a lhe dizer e me falta papel para escrever, ironia né? Mas temos nossas vidas para contruir cada linha.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Rebelde...

Sigo adiante nesta caminhada
vejo o mundo ligado em uma tomada
espio o "up" da globalização
acabar com o mundo, poluição

Onde foi parar os rebeldes com causa?
ideologias arrasadas na brasa
onde está a inocência infantil?
ficou à mercê dessa sociedade servil

Sou uma voz entre a multidão
gritando em caixa alta: "Vamos nos unir nação!"
palavras podem se tornar atos
estamos vivos para mudar os fatos...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Insinuante descrição...

Descubro no seu corpo marcas da natureza
percorro cada milímetro com o furor da correnteza
olho suas pintas, como o céu estrelado
toco seus braços como se fossem tecido aveludado
sinto seu cheiro, como a inebriante primavera
fixo nos seus olhos, como o sol nascendo para nova era!

Saboreio seus seios, personificação do desejo
desço para seu tórax, dignos à michelângelo
passo a língua em sua vagina
mordo com cuidado, chupo
perco a noção do mundo

Minha explosão junto com a sua pulsação
dois corpos unidos por tesão e coração...

domingo, 22 de novembro de 2009

Sigo em frente...

Minha alma pede passagem
Não é mais uma na multidão
Não sigo os ritmos das horas
Sigo as batidas do meu coração.

Pobre do mundo que vive sem direção
Coitado daquele que está em divagação
Promessas não são atos concretos
O que será do futuro? Tão incerto
Não haverá melhorias sem tocar na emoção.

Posso ser sonhadora demais
Otimista demais
Esperançosa demais
Porém, não sou mais uma a andar para trás...

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Fato...

Do amor ao ódio
Da alegria ao ócio

Da calma à tristeza
Da beleza à rudeza

Da inteligência à estupidez
Da ordem à insensatez

Da honestidade à corrupção
Da sinceridade à um despedaçado coração

Da família à segregação
Da humanidade à globalização

Da saúde à doença
Da benevolência à malevolência

Porque não mudamos a ordem dos fatos?
Perdemos nada, ganhamos muito.
think about(pense nisso)...

sábado, 7 de novembro de 2009

Meu lindo amor...

Dos mais belos e infinitos sonhos
Um se destacou e tornou-se eterno
Uma luz intensa vida de um olhar
um sorriso lindo e tenro

Dedico os meus dias,minhas noites
os meus pensamentos, o meu amor
meu carinho, minha atenção
minha fidelidade, compreensão

Nenhum raio, trovão, relâmpago
nenhum tsunami, terremoto, vulcão
nada, nem uma brisa
vai quebrar o doce sentimento, a emoção

Se quilômetros interferem num encontro
Duas almas em uma não conhecem separação
A união dos corpos vai ser a perfeição pois
"não há você sem mim, e eu não existe sem você"

P.S.: Frase em destaque é do poeta e compositor vinicius de moraes.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Fantasias (VJ)...


Aguardava tanto por esse momento que já não cabia mais em mim, me preparei como se minha vida dependesse do que ia acontecer, e dependia. Esperava ansiosamente na frente da tão falada boate na cidade que Juliana havia comentado.
Entrei no recinto, muitas luzes, som que me agradava, pessoas bonitas fisicamente, porém se fosse em outra época até interessaria mas naquele momento, o meu desejo e o meu coração queria apenas uma entre "a multidão".
Busquei-a no bar, na pista, mas a encontrei no segundo andar do local. Linda e arrasadora com seu vestido vermelho, decote que brincava de esconde-esconde com magnífico colo.
Ria leve e solta na companhia de seus amigos, ensaiava uma dança sensual, acompanhada de olhares de curiosos e isso não estava ao meu gosto, entretanto me mantive ali, como admiradora “secreta” da dama de vermelho.
A bela desceu para pegar mais um copo de bebida, a observava dessa vez da pista, escondida atrás de outras pessoas que não tinham ideia do que ia acontecer futuramente. Bebeu sua vodka ligeiramente e recomeçou a dançar entre as pessoas, e como se um magnetismo a atraísse, veio em minha direção.
Fechava os olhos e seguia o embalo da batida de música eletrônica, uma de suas preferidas, conhecia seu gosto, meses juntas via Internet nos dava uma intimidade e conhecimento.
Fui me aproximando, sentia o seu perfume embriagante mesmo de longe, uma delícia, vontade de sentir em sua nuca, bem próximo e fui atrás.
Cheguei por trás, como quem não quer nada, segurei pela cintura e apertei. Estranhou, mas depois de ter me identificado sussurando ao pé do ouvido ficou mais segura e foi seguindo o meu ritmo...
Coloquei de frente pra mim, olhei-a intensamente com os olhos, palavras eram desnecessárias naquele momento, e dei o primeiro beijo de muitos que viriam naquela noite. Dançamos sensualmente e começamos a ser alvo novamente de olhares, pois duas mulheres naquela circunstância em uma boate “não é normal”.
Seus amigos também observavam de longe, mas não interferiram. Levei-a para o banheiro da boate (lugar perigoso...), tranquei a porta e a agarrei com toda a força que pulsava dentro de mim. Buscava-a, queria ter, sentir, por inteiro e tentei fazê-lo mesmo que o banheiro não fosse o ideal. Pressionei contra a parede, e também o meu corpo sobre o dela, pequenino, mas que escondia um tesão tão grande como o meu.
Beijando demoradamente e deliciosamente fui buscando seus seios, tirando as alças daquele vestido da cor do pecado.
Acariciava-os ora com carinho, ora com desejo, mais firmemente, chupava com vontade e excitação, mordia os mamilos já enrijecidos, que indicavam o prazer com a surpresa e com o ato.
Deixara o vestido cair por completo, descobrindo a barriga tão cobiçada por meses, mais perfeita ali na minha frente, desci e comecei a passar a língua suavemente, fazendo um caminho até o inicio da virilha que estava coberta por um fino pano do fio dental branco que usava.
Retornava, apertava e lambia os seios, sugando com uma fome insaciável e descendo minha mão para sua virilha, excitando mais ainda e sentindo bem úmida.
Gemia intensamente no meu ouvido, o que me enlouquecia mais ainda, tirei minha camisa ficando só de top, o que ela não permitiu, a tirou quase rasgando e indo direto ao que tanto desejava e igualmente me chupando fazendo delirar em suas mãos.
Só que a noite não era minha e sim dela, o que estava por vir seria um presente, dado com todo carinho, amor e excitação que tinha por ela.
Queria penetrá-la, todavia “cortaram minhas asinhas” quando bateram a porta.
Saímos mas queria tê-la ali, mas ela pediu então repeti o que por vezes falava no MSN: “VOCÊ QUE MANDA”, mas naquela noite não seria bem assim...
Saímos da boate pulsando de desejo uma pela outra e pegamos um táxi em direção a um motel que conhecia. Hora ou outra passávamos a mão uma na outra, bem provocante, o que desviava o olhar do motorista, mas nos contivemos.
Mal aguentamos chegar ao quarto, estávamos atracadas pelo caminho, tínhamos necessidade uma da outra, mas me controlei e tentei fazer o mesmo com ela e consegui. Tirei sua roupa com calma, despindo e admirando aquela obra de arte como se fosse à última vez que iria ver, e ela fez o mesmo, mas deixou a minha gravata, acessório que uso em ocasiões especiais.
Fomos nos acariciamos até a cama, fiquei por cima dela e a olhei por inteiro, o meu amor, a minha mulher na minha frente, como desejei a tempos, agora tinha ali, toda para mim, para ser “vítima” das minhas fantasias.Coloquei a gravata em sua visão, e a partir daquele momento ela só iria sentir meu desejo.
Posicionei no meio da cama, para que ela visualizasse o que viria já que no teto e em parte da parede tinha espelhos, uma de suas fantasias...
Voltei a beijá-la com vontade, sua língua invadindo minha boca sedenta de seu beijo, mordiscava o cantinho, deixando-a mais excitada, ia para seu ouvido, falava “besteirinhas” com minha voz que era sempre elogiada, lambia carinhosamente, descia para o pescoço enquanto minhas mãos pousavam em seus seios, massageando com desejo, passeava minha língua pela sua nuca deslizando até alcançá-los.
Unhava aquele “tanquinho” descoberto bem na minha frente e ao mesmo tempo mordendo deliciosamente, fazendo a gemer cada vez mais alto.
Descia mais um pouco, minha boca já alcança seu umbigo, permanecendo ali por pouco tempo, direcionei para a sua cintura bem definida, apertando, cravando minhas unhas e meus dentes, e a cada mordida gemia mais gostoso.
Finalmente, chegando a “gruta do amor” que está completamente úmida e pulsante para o meu delírio, passei meus dedos para sentir e ela se contraindo, quase ao ponto de gozar, tirei a gravata e disse olhando bem nos seus olhos: você só irá gozar quando eu quiser! Hoje eu faço e você obedece!
Ela, obediente que é (...) acatou minha ordem, e continuei a desvendar sua vagina... Coloquei suas lindas pernas em meus ombros, passando a mão quase sem encostar, sentindo seus pelos arrepiarem, beijando cada centímetro daquela pele macia, descendo para as coxas, arranhando, passando a língua e chegando “nela”...
Passando a língua bem devagar, sentindo o gosto doce, que não parava de jorrar, lambia com todo desejo que ardia no meu íntimo, mordia suavemente o clitóris, que ficava mais evidente, penetrava a língua em um vai-e-vem devagar, e aos poucos aumentando a velocidade, e sentindo que não ia aguentar mais e gozou na minha boca, colocando minha cabeça mais forte na vagina para sugar tudo, esse liquido maravilhoso que possuía em minha boca com muito tesão...
Posicionei-me sobre seu corpo, latejante, ainda com espasmos, e me acariciando com um belo sorriso de satisfação. Beijei-a com intensidade, felicidade e uma incrível paz que aquela menina mulher me trazia... Acariciava suavemente o rosto, abaixei e coloquei minha cabeça no seu colo escutando as batidas do coração.
Cochilamos ali, unidas, agora posicionadas inversamente, ela entre meus seios, o que ela tinha verdadeira fascinação, agora estávamos completas, unidas, com o corpo, a alma e o coração.
Acordamos no meio da noite ao mesmo tempo, para mais uma vez nos deliciarmos com o prazer inesgotável que exalava de nós duas.

Parabéns Amor...(EA)


Bom meu amor, hoje é dia 04, mas meu desejo era de ter postado esse texto ontem no dia do seu aniversário mas como você sabe, por motivos que não vem ao caso, não pude.
Nossa, 25 aninhos hein fofa? É muito tempo, uma vida! Creio que bem vivida, com obstáculos e conquistas, nem se compara com meus 17 anos.
Uma menina desde o principio teimosa, filha única querida pelos pais, criança sapeca demais(o que ainda não me faz entender o porque que não gosta de crianças mas deve ter seus motivos rsrs), uma adolescente centrada e uma adulta compromissada com seus objetivos.
Publicitária que tem um talento enorme, que com persistência e garra ainda vai ser conhecido por muitos.
Como amor...ah! como amor, o que uma pessoa extremamente apaixonada pode dizer de sua musa inspiradora? Que se encaixa perfeitamente em mim. Complementa, fascina-me a cada dia, com atitudes, jeitos, brincadeiras, até no jeito sério.
Poderia encher essa página falando de você mas as próximas linhas serão escritas ao longo do tempo, construindo a nossa história "a quatro mãos, vinte dedos, dois corações e uma só alma".
Desejo-te com alegria, muita saúde para desfrutarmos o que está por vir, muita paz para seguirmos serenas na batalha de todos os dias, muitas vitórias para serem compartilhadas, muita felicidade para dividirmos e muito amor para sempre.
Nunca Esqueça O Quanto Eu Amo Você...
By: Chrys Farias.

sábado, 31 de outubro de 2009


"Quem não vê bem uma palavra não pode ver bem uma alma"
Fernando Pessoa.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Se no mundo as pessoas não necessitarem de dinheiro, elas seriam mais felizes...
By: Chrys Farias

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Seu reflexo...

Eu não sou um anjo
mas sigo os teus passos
estou intimamente ligada a você
estou presente em suas orações

Eu não sou um demônio
mas desperto teus desejos libidinosos
teu prazer, teu pecado
e sacio até a próxima vontade

Eu não sou humana
mas sinto o que você sente
tenho defeitos e qualidades
o ódio e o amor

Não me encaixo em definições
mas será que você poderá me responder
o que sou? quem sou?
ou essa pergunta não tem resposta?
ou a resposta está em mim?
I don't know...

(Título da obra concedido pelo meu amor...s2)

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Lágrima...

Uma lágrima cai do meu rosto
sensação de vazio
mas você está aqui
aquecendo-me do frio...

Do que adianta sair da metamorfose
se proibida sou de voar livremente?
o gato aparente brincalhão
possui garras que me ferem
que me retém a liberdade...

Para que você morre de amores
se atitudes suas me consome
se me escondes
não te peço nada além de vida
sem impedimento
sem sofrimento...

(Um dia a borboleta irá mostrar o quão é livre para desbravar as belezas do céu para aquele pobre gatinho que não pode ir além...)



quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Comunicado (In)direto...

Bom, conclusão de 72 horas de afastamento é que: não consigo ficar longe daqui! Engraçado porque não imaginava que teria esse apego todo que essa beleza que é meu blog =D(modesta...).
Mas pensamentos a parte, minha falta de inspiração era pelo motivo chamado: ciúme.
Por não suportar de início comentários de uma certa pessoa no blog do meu amor...
Taurina como sou mas não justificando, tenho uma certa mania de tirar conclusões precipitadas e essa foi mais uma da lista.
Como boa obediente que sou( mamãe que o diga rs...), meu bebê me pediu para evitar atritos no lugar que tanto preserva então cá estou a manifestar o que está preso em minha garganta.
Primeiramente agradeço sua presença em meu blog por ser amante de poesia e as minhas que lhe agrada. Segundo, exponho o meu descontentamento com seus comentários no blog da pessoa que amo, ignorando a minha presença no mesmo. Se você não teve essa intenção, pelo menos deu a entender.
Existe também o blog específico de poesias que criaste, e algumas das poesias postadas estão endereçadas para ela, de forma carinhosa...
Não o recrimino por expor seus sentimentos mas como já deve ter percebido, ela tem alguém especial na vida dela, que sou eu. Ficaria satisfeitíssima se você reconhecer isso.
Amor não se conquista dedicando poesias que nem foram feitas pelas próprias mãos postadas em um blog, ou comentários lindinhos e cheios de enfeites deixados no dela, existe um longo e incrível processo por tudo que eu e ela construimos, e isto é sólido, é verdadeiro, é de coração,corpo e alma.
Se teve algo no passado e percebeu a importância que ela tem na sua vida, creio que chegou um pouco tarde, somos felizes mesmo com as nossas diferenças, defeitos.
Desejo-te mesmo assim, toda a felicidade do mundo e que encontre alguém que corresponda esse carinho que você tem e que no momento estas a dedicar para a minha menina.
Ass: Chrys Farias.
P.S.: Esse post é para alguém em específico que de certo lê o CAIXA PRETA.

domingo, 11 de outubro de 2009

sábado, 3 de outubro de 2009

Feliz coincidência...

Nos últimos meses estou me envolvendo mais no mundo GLBT, lendo blogs, me interando do assunto e tive a alegria de saber que no dia do meu aniversário, (17/05/1992) a homossexualidade foi retirada da classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) da Organização Mundial de Saúde (OMS).
=D

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Filosofia...

"Não existe destino. O que existe é o futuro. Não o desperdice, ele está em suas mãos."

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Exceção...

Domingo. Primeiro dia da semana. Reunião (in)esperada na casa de um parente. Quem é não vem ao caso. Mas o conteúdo dos fatos sim. Pais, mães, filhos(as), tios(as), primos(as). Presente no recinto a natural e aceita hierarquia. Tradições passadas ao longo dos anos, boas e ruins. Porém e infelizmente, a porcentagem maior foi a de tradições ruins.
Bastante difundidas e praticadas no dia foi preconceito e má criação e como consequência, desrespeito, tristeza, desapontamento. Minha atitude? Reflexão.
Talvez a origem possa estar na falta de análise do que se faz e como se vê os fatos que acontecem e tirar sua própria conclusão, sem se deixar influenciar por x ou y, ou até mesmo rever suas atitudes e tomar uma nova postura.
Exemplos como rir dos trejeitos e maneiras de homossexuais, criticar a relação negro x branco, achar graça de piadas racistas e homofóbicas, e por aí vai...
Gostaria que existisse uma porção mágica, ou pó de "pirlimpimpim" para transportá-los um outro mundo onde veriam que essas atitudes seriam vistas como ignorância pela maioria da sociedade constituinte. Como não se tem esse meio nas mãos o que me resta é ficar calada diante dos fatos. O que mais entristece é que é a própria família, laços consanguíneos é que fazem parte dessa massa "cega". Calada temporariamente. Esses laços quebrei, regras impostas caíram por terra, pois eu não me deixei influenciar. Sou sim diferente, assim como muitas pessoas que talvez passam por essa situação.
Desde que me entendo por gente escuto a frase: "uma andorinha não faz verão". Mas se muitas se juntarem em bando, com o mesmo propósito, o bando irá fazer todas as estações do ano.

“Sou a exceção no submundo do meu mundo"

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Viagem matinal(Em Si)...

O alerta toca, sete e meia da manhã
Pessoas ao meu redor proseando
E estou no meu canto
Mergulhada no mundo particular da poesia.

Daqui a pouco a viagem se iniciará
Pelo campo dos conhecimentos gerais
E em meus pensamentos passarão
Reflexões, poesias ou até peças teatrais.

O tempo passa, horas frias
A viagem finalmente terminou
Persisto no meu mundo
Seguindo na calmaria onde tudo começou...

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Mon petit...

"Sinto sua falta
do toque
do olhar
amar...

à noite
intensamente
simplesmente
feliz...

ao acordar
e ver
seu sorriso
lindo

sonhar...
que um dia
tudo isso
se torne
realidade...

domingo, 30 de agosto de 2009

" A loucura foi criada pela linguagem. Toda ação humana está intrínseca ao âmago da mesma, seja ela consciente ou não"

sábado, 22 de agosto de 2009

Freedom...

"Quando você vai contraria um regra, você está sendo livre; quando você cria suas próprias regras e as segue você também está sendo livre."
Aplique isso em sua vida, faça sua escolha.

sábado, 15 de agosto de 2009

Esperança...

"É preciso explicar porque o mundo de hoje, é horrível; é apenas um momento do longo desenvolvimento histórico e que a esperança sempre foi uma das forças dominantes das revoluções e das insurreições, e eu ainda sinto a esperança como minha concepção de futuro"
Jean Paul Sartre
O que dizer diante dessas palavras desse grande filósofo francês? Como basear esse pensamento nas vivências e acontecimentos do mundo?
Em uma das minhas fantásticas aulas de filosofia, que me ajuda a entender a realidade que me cerca e sobre os acontecimentos na sociedade, fiz reflexões, particulares mas podem ser entendidas pelo todo...
Na vida tudo é efêmero, e o motor disso é as mudanças, mas o que nunca muda no passar dos tempos é a esperança, esperança de tudo em relação as coisas, de seguir em frente, de superar, de viver...como em uma propaganda do telecurso veiculado na TV: "já pensou em um mundo sem arte? É até difícil de imaginar..." mas já pensou em um mundo sem esperança? Não se permite nem a imaginação...
Ter esperança está presente em todo o mundo, é universal, do pobre ao rico, do negro ao branco, do cristão ao muçulmano...Vou mais além, paz sem esperança é como um veículo sem combustível, inerte. Toda a ação benéfica gerada ou tomada por uma pessoa ou grupo de pessoas tem como base a esperança de mudar sua realidade.
O que falta hoje, é parar com o vício e a passividade de dizer: "eu tenho esperança de um mundo melhor" mas sem parar, reconhecer que não está fazendo nada para que isso aconteça.
Utilizando mais uma frase do mesmo autor:
"O importante não é aquilo que fazem de nós, mas o que nós mesmos fazemos do que os outros fizeram de nós."
Apenas, faça.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

As horas demoram a passar
Observo tudo em minha volta
Retratos de um mundo novo
Contrastando com o velho mundo

A velocidade dita os acontecimentos
O que nesse segundo é novidade
No próximo é ultrapassado

Sigo entre as pessoas
Tentando identificar as individualidades
Produtos do meio viraram
Igualdade?
Somos todos seres humanos...

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Contagem regressiva...

Dezenove horas. A chuva cai lá fora e seus pingos soam como uma música calma e ao mesmo tempo deixando um clima apreensivo...Onde estás? Não sei, "solo puedo imaginar". Minha imaginação se abre com um leque infinito de opções, de situações para nós. NÓS. Ecoa tão feliz em meu coração essa palavra, EU E VOCÊ.
Sinto sua falta, quero-te, mas por ora não posso ter comigo. Meu coração refém da distância...Oh cruel distância! Mas há exceções, momentos em que a ela serve como aperitivo, para o além, o algo mais que estar por vir.
E eu aguardo pacientemente a sua chegada. Quero sentir mais perto, mesmo que em meu coração você repousa no sentimento mais sublime que ele pode ter.
As horas passam e você não vem, não dá um sinal, mas continuarei aqui, custe o que custar, o tempo que for,para o amor não existe tempo, embora nós seres humanos sejamos aprisionados por ele, e o mesmo tornando-nos prisioneiros...
Dezenove horas e dez minutos. Minha inspiração veio para escrever as palavras acima proferidas, e continuo a sua espera. Sonho que tive a noite veio a minha mente. Sonhei que encontrava você. Beijava, acariciava, mesmo que o lugar fora público. Nossos corpos gritando desejo através de nossos poros, que exteriorizavam calor, e este como um imã atraindo um ao outro. Levava para um lugar mais reservado, já previamente ornamentado, com muito carinho, cada detalhe planejado, muito vermelho, sua cor favorita...Nosso ninho de amor...
Dezenove horas e vinte minutos. Nenhum sinal de sua presença. Meu coração começa a ficar mais apertado de saudade mas continuo firme. Continuando meu lindo sonho..."amor...Beijava com mais intensidade, acariciava com mais fome, fome do teu ser, querendo que a reciprocidade de amar fosse com a alma, corpos ali em uma cama aparentemente simples seja marcado para todo o sempre. Em pé, olho você, inteira e vejo que está 100% para mim. Meu coração acelera e olho dentro dos teus olhos...vejo mais de perto o tão lindo brilho apaixonado em seus olhos...como se o sol habitasse ali..."
Dezenove horas e trinta minutos. Meu coração acalma a saudade e pula de alegria, meu amor chegou! Sua voz invade meu ser de uma tal forma que me sinto leve como uma pluma...o final do sonho?ah! só o meu amor vai saber...

segunda-feira, 13 de julho de 2009

De repente 30...

Parece ser estranho uma menina com dezessete anos escrever algo relacionado a idade superior a sua,e até chegar a ser. Mas se tratando da pessoa que vos fala, nem tanto. Já recebi elogios e críticas devido a minha personalidade e entendimento sobre determinadas coisas, sobre a vida, pois quando converso, demonstro ser além do que minha aparência possa dizer. As vezes me pergunto como é que consigo, demonstrar de forma natural isso. Será um dom, a minha percepção sobre as coisas? Enxergar além do que me é mostrado? A resposta não sei. Mas fico feliz por isso. Sou para muitos o que costumo dizer sobre mim mesma: uma incógnita. Nem eu me entendo em certas horas. Mas como será quando eu tiver "a idade da minha mente" que hoje se apresenta precoce? Terei uma mente de sessenta ou vou ser uma adolescente? (risos) Não sei mas continuarei a viver e aprender, e talvez(ou seja) esse motivo para o meu (suposto) dom...
Minha vida está longe de ser a perfeita,convivo com conflitos pertinentes no meu dia-a-dia, tenho tantas dúvidas,receios de como direcioná-la, as vezes me acho insuficiente para tudo mas tenho sempre uma reserva de energia, uma esperança inabalável, como se fosse uma chama que não se apaga ao maior sopro...e onde o consigo? Carinho,entendimento de pessoas especiais que invadiram minha vida sem pedir licença mas não reclamo, agradeço por estarem nela, amo-os e confio plenamente, e a minha mãe,figura sempre presente, apesar dos pesares, dos pensamentos tão contrários aos meus...
Como será? Não sei. Mas vai ser, de repente 30...

sábado, 11 de julho de 2009

Pedido...

Meu blog ultimamente tem sofrido "ataques" de uma desconhecida, que anda fazendo chantagens e tentando imprimir uma intimidação,pressão psicológica, e para agravar mais ainda, envolvendo uma querida amiga que desde já quero pedir desculpas.
Internet. Um campo vasto para se fazer qualquer coisa imaginável,porém, virtualmente. O grande problema é quando passa a afetar seu cotidiano,sua vida real. Não levava muito a sério a questão de ser estritamente cuidadoso com as informações colocadas na rede, porém tinha meus cuidados,que não foram suficientes.
Um pedido,um aviso,um comunicado,para as pessoas que estão a fazer isso,tanto no meu blog,quanto no blog de minha amiga,parem com esse comportamento infantil( talvez crianças nem chegassem a tanto),imaturo.
Conquistem as pessoas sendo sinceras,honestas,levando a sério, e não com ações que só acarretam nojo, indignação , e desprezo.
Continuarei a apagar suas mensagens,esse blog é democrático porém não irei deixar que comentários exteriores a ele se instale por aqui.
E a todos que o visitam, desculpem pelo transtorno e fica alerta, cuidado com suas informações,cuidado com as pessoas que vocês se relacionam via Internet, não sabemos a intencionalidade delas...

domingo, 5 de julho de 2009

Imaginação vs. Cotidiano...

Tive tantas ideias para postar aqui mas não consegui escolher o acabamento e nem finalizar alguma. Queria escrever hoje algo que não fosse poesias mas, sim, um pouco de meu cotidiano.
Até hoje, sou e afirmo ser uma estudante só no título,pois não valido o mesmo,sou uma menina em constante conflito com os outros e comigo mesma. Me achar dentre milhões de pensamentos e coisas que acontece ao meu redor não é fácil, aliás, nada é fácil. Na minha mente e talvez na de muitas pessoas, as coisas acontecem mais facilmente do que na vida real, por isso embarco muito na minha imaginação e às vezes deixo meu cotidiano de lado. O infinito é o limite, mas há momentos que queria que o tivesse. Dar um "stop" e voltar para a realidade, que nesse momento se mostra tão ruim, ou como outras pessoas dizem: "escrotas". Mas desejaria apenas uma coisa para prosseguir nessa realidade: coragem. Coragem para demonstrar o que sou, para não ter medo do que pode me acontece diante da revelação nua e crua do meu ser, coragem para superar os obstáculos, que por vezes são criados em minha mente...
Ser ou não ser, eis a questão...

quinta-feira, 4 de junho de 2009

(Ir) realidade...

Vaga lumes desorientados
sobrevoam telhados
atrás de atalhos
ou até mesmo
retalhos.

Retalhos de vida
retalhos de sonhos
retalhos de objetos
agora sem nexos.

Do que vale ser "potente"
superficialmente
se nem ao menos consegue
reerguer-se?

Do que vale ser "apaziguador"
se o ódio,a cobiça,a ganância
pulsar a todo vapor

Mundo de mentiras
cruéis verdades
que sabe um dia
uma "potente" paz
se torne realidade.

Canção...

Bem vinda à minha música!
Cuja letra é a minha vida
A melodia são meus passos
contidos no espaço.

Bem vinda à minha música!
Onde tocava a melancolia
verbo no pretérito
sem mérito.

Bem vinda à minha música!
Aonde os sons soam com tranquilidade
Na presença da serenidade
Na minha atualidade.

Bem vinda à minha música!
Onde a maestra é você!
Sigo suas instruções atenta
Para ter-te em meu presente.

Bem vinda à minha música!
De um dom inexplicável
capturaste a minha essência
descobriste o indesvendável.

Bem vinda à minha vida!
Aonde o amor é que rege
ressurge,une,entende
e que não mente.

Sejas muito bem vinda!!!

domingo, 31 de maio de 2009

Quem sou no (seu) mundo...

Perguntas quem sou
digo que não sou
aquela que procuras.

Alma vagante
nesta terra errante
vivo pelas ruas.

Sou o que sou
não aquela a quem julgou
mas alguém que te cura.

Sou o passado mais eloquente
sou o futuro mais ausente
sou o presente que cultua.

Veia poética...

A magia da poesia
luz que se irradia
dos corações cheios de alegria
porém nas horas de tristeza
perde-se a beleza
não contagia...

oh inexplicável mundo!
ora cego,ora mudo...

Continuo com meus versos
descrições de um mundo inverso
um mundo onde não há espaço para o negativo
e o elixir da vida pulsa em definitivo...

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Reflexões...

Chega um momento em que na vida,acontece um turbilhão de coisas,situações,acontecimentos desfavoráveis para você. Família,colégio,relacionamento(no meu caso,exceção) conspirando contra a sua pessoa. Se vê angustiado,desamparado,sufocado e até mesmo desesperado diante dos fatos que lhe ocorre. Tentamos buscar uma saída,mas essa lhe parece mais distante do realmente está. Pressões,chantagens,humilhações,falta de entendimento e diversos outros motivos que acontece na sua vida. Sentindo essas situações afunilar o seu ser. Aonde buscar ajuda? Como achar uma saída se está confusa(o) e perdida(o) no seu eu interior? Neste momento,nem seus princípios e conhecimento te serve,te ajuda a tentar resolver tudo isso. E se vê no "labirinto do Minotauro",em que o mesmo surge diante de sua face,lhe apavora,lhe consome e depois desaparece.
Porque está acontecendo? Será que talvez seja uma provação que Deus colocou no meu caminho? DEUS. O Maior Ser,que não é. Ou é? Não me entendam mal pois refere-se a ser ou não ser um humano. Mas esse questionamento não entra no dilema...E começas a enxergar uma Luz,um Guia,um Mentor,uma ajuda,um meio,um caminho para chegar até a saída. O Criador sendo Perfeito,é também Renovador,abre seus olhos para uma coisa que talvez tenha esquecido,ou até mesmo perdido: a FÉ. E a nuvem escura que invadiu e tomou conta do teu ser se dissipa,caminhos começam a ser mostrados,e se tem junto a fé, o sentimento inegável,e que todos falam,sentem,e passa a ter a total certeza que existe,que a frase que um dia todos nós pronunciaremos ou já pronunciamos,tem fundamento: "A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE MORRE!".

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Sensações...

o som de sua voz invade minha alma
uma bela melodia que me acalma
seus gemidos penetram em meus ouvidos
e ecoam por segundos infinitos...

seus lábios como uma seda,toca meu ser,
e sinto uma vontade enorme de te ter,
te possuir,te sentir,
aqui,ali,em qualquer lugar...

o movimento suave e sensual de teu corpo,
irradia desejo,calor,tesão,
e essa mistura chega ao meu corpo,
percorrer todo meu ser,
quero amar o seu todo...

e o que sairá desse encontro?
magnifícas sensações,
que palavras tentam descrever...

sábado, 2 de maio de 2009

Promessas...

prometo-te o sol,

para iluminar tua vida inteira...

prometo-te  a lua,

para te guiar na escuridão...

prometo-te o mar,

para ser umas das inspirações...

prometo-te tudo,

para que não fiques sem nada...

promessas falsas,

não quero prometer nada a você,

quero compartilhar tudo,

quero ser o teu bem querer,

e te dar o meu mundo...

DAR e não PROMETER,

AÇÃO  e não PALAVRAS,

Eu e você,

O AMOR DE DUAS ALMAS(em uma)...

incógnitas cotidianas(perspectivas positivas)...

perspectivas negativas,
são reais,
mas sempre existe o MAS,
a dualidade,
na realidade...
 
então revejo minhas observações,
descubro novas percepções,
indo para várias direções...

revejo a criança,
em constante mudança,
com o olhar brilhante,
a esperança do amanhã!

revejo o(a) jovem,
pensamentos construtivos,
o que farei de bom para o mundo?
irei surpreender estando "no mudo"...

revejo o adulto,
minha vida pode ser útil,
não estou perdido,
ainda tenho sentido,
um caminho a ser percorrido...

revejo o ancião,
estou feliz por minha vida,
fiz o que estava ao meu alcance e mais...
agora,só me resta a hora da partida...




quinta-feira, 30 de abril de 2009

incógnitas cotidianas(perspectivas negativas)...

olho para os lados,
tentando descobrir,
o que a vida de cada pessoa,
tem para me exibir...

olho a criança,
com candura e inocência,
a mais enigmática das criaturas,
pois não sei se vai ter,
a medida certa de sapiência,
ao realizar coisas futuras...

olho um(a) jovem,
pensamentos longes,
muitos pensando em coisas fúteis,
poucos em coisas úteis...

olho um adulto,
se questionando,o que sou para o mundo?
minha vida é o resultado
que planejei no obscuro?
ah! se pudesse...

olho um ancião,
porque dei valor ao que não importava?
persistir em ficar com quem não me amava?
hoje,estou quase ao "chão"...


minha fúria,minha musa...

roubastes meu sossego,
minha vida! meu chamego...
dentro de mim por ti,
arde um enorme desejo...

meu coração pulsa,
meu corpo pressiona,
nessa sensual dança,
que não me abandona...

sinto-te,quero-te,desejo-te,
amar e amar,
deliciar-me em seu corpo macio,
aproveito-me e te deixo
por um fio...

meu corpo te quer,
meu coração já tens,
um pulsa de tesão,
o outro vibra de emoção...

oh! doce sentimento,
dou graças ao Criador,
por ter me dado tanto amor!
por pequenos e infinitos momentos,
eu me encontro e me acalento...



terça-feira, 28 de abril de 2009

grande dia...

17:25h
minha alma grita de alegria!
passou noite e dia,
perguntas se aceito?
se não aceitasse eu teria algum defeito...

amo-te paixão de minha vida!
encontrei você,
meu mais bem querer...

nessas horas do tempo cronológico,
sinto algo muito forte e não lógico,
e esqueço o relógio...

o que sinto o tempo não pode medir,
a matemática não pode calcular,
poucos homens conhecem,
a magia de amar!

meus versos são insuficientes
para demostrar-te o quanto estou contente,
não estou mais carente,
tenho-te constantemente...